Acho que vi por aqui!

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Desenvolvimento do bebê de 1 mês e da mamãe

Oie!!! Tudo bem por aí?

Hoje quero falar um pouquinho e também relembrar como foi nossa rotina e o que mudou em meu bebê no primeiro mês!

Puxa a cadeira e senta porque é muita coisa no post de hoje...

Pra começar foi uma loucura, foi sim! Então vamos lá:

Coisas de mãe de primeira viagem: MÊS 1 😨

Tudo é lindo a partir  do  momento que a gente vê pela primeira vez o rostinho do nosso bebê; mas mesmo maravilhada a gente tem uma "mistureba" de sentimentos; dentre eles estão (acredito que em toda mãe) o medo, a alegria, e uma incrível capacidade de alteração de humor, que faz você se ver a mulher mais apaixonada do mundo pela vida, se transformar em segundos na louca da TPM.

O MEDO: Em meio a admiração a aquele serzinho tão lindo e indefeso, que precisa de você pra tudo; bate aquela sensação de medo; isso mesmo, medo de não ser capaz de suprir todas a necessidades do bebê, de não ser uma mãe perfeita, até de não ser mais você mesma, SINHEEE, a maternidade nos transforma num ser chamado MÃE, e as vezes nos esquecemos de nós mesmas só pra garantir o bem estar do filho. Outro medo que sei que todas temos, nos tira o sono, e nos faz conferir até a respiração do bebê rs, quantas vezes me peguei conferindo o barulhinho da respiração, e quando não ouvia colocava o dedo próximo ao narizinho do Bryan pra ter certeza de que ele estava respirando e que estava tudo certo... 

A ALEGRIA: Mesmo cansadas por acordar a cada 3 horas para amamentar, colocar para arrotar, trocar fraldas, ou simplesmente conferir a respiração; só de olhar nossa cria sentimos uma imensa satisfação e uma alegria que nos transborda; aqui a alegria era tanta que virava leite rs; sim, essa sensação gostosa que sentimos ao olhar, sentir o cheirinho e tocar nosso bebê meche com nossos hormônios e nos faz produzir mais leite, que muitas vezes acabam "transbordando" das mamas.

O HUMOR: Aaah, esse foi terrível! Aqui em casa tenho que controlar a louca da TPM que insiste mensalmente em aparecer; o problema é que nem menstruando eu estava (fiquei até o 4º mês sem menstruação), mas o corpo da gente passa por tantas mudanças hormonais após o nascimento do bebê, que fica quase incontrolável o choro por nada, gargalhadas por piadas sem graça, o negócio comigo foi tão feio, que eu sabia o quanto insuportável eu ficava com essa gangorra de emoções, aí que eu chorava mais por não conseguir me controlar. Parece coisa de louco, mas é normal; mas se achar que tudo isso está te prejudicando, o bebê, o marido ou à outras pessoas é importante procurar ajuda médica, ok!

Desenvolvimento do bebê: Mês 1 😍

Nessa jornada do primeiro mês, podemos perceber mudanças simples, mas que são incríveis...

Há quem diga que os bebês já nascem sabendo mamar, e até certo ponto é correto, o bebê já nasce com o instinto de sugar, isso você pode perceber no fato de que qualquer coisa que encoste em seu rostinho próximo a boquinha dele vai fazê-lo tentar alcançar como que se estivesse procurando a mama da mãe; depois de alguns dias já, ele e você já estarão craques na amamentação com a pega funcionando, e até você procurando novas posições para amamentar o bebê!

Logo que o bebê nasce, alguns podem palpitar se ele se parece coma mamãe ou com o papai; mas não se surpreenda com a mudanças que acontecem logo no primeiro mês; aqui, o Bryan nasceu parecendo um Anjinho Barroco (gordinho, bochechudo, nariz batatinha), mas foi sair da maternidade que começamos a notar as mudanças, a maioria dos bebês nascem um pouquinho inchados, mas com 2 ou 3 dias o inchaço some e podemos ver os reais traços do bebê, podendo aí dizer com quem se parece rsrs, posso dizer que chegamos a conclusão de que o Bryan nasceu uma misturinha perfeita do papai e da mamãe!

Eles crescem e ganham peso muito rápido, por isso, não se assuste se seu bebê não usar nem 1 mês aquelas roupinhas lindas de recém nascido.

A audição do bebê é muito sensível, já a visão vai demorar um pouco até que ele enxergue de fato; no primeiro mês ele apenas enxerga imagens embaçadas, mas pode distinguir luz, formas e cores e em uma distância de mais ou menos 20 ou 30 centímetros entre ele e o objeto ou pessoa; o amadurecimento da visão do bebê chegará no auge dos parâmetros da visão de um adulto por volta do 6 meses, mas com um mês ele já consegue acompanhar movimentos com os olhinhos.

Ao final do primeiro mês você já pode perceber mudanças na musculatura do bebê, pescocinho mais forte que aguenta suportar o peso da cabeça por alguns instantes, e movimentá-la para os lados em busca de algum som ou "imagem" que o estimule.

Os bracinhos e pernas tomam parte nas descobertas, pois o bebê começa a se dar conta da existências deles, o que os leva a movimentos descoordenados, mas super divertidos para o bebê.

Outra coisa que marca o desenvolvimento do bebê de um mês, é a comunicação entre os pais e ele, o bebê começa a reagir ao toque e às conversas dirigidas a ele com barulhinhos, resmunguinhos, e até os conhecidos: Gu, Angu, Bu... Que nos levam a longas conversas; aproveite esse momento para interagir e estimular seu bebê.

Não se preocupe se seu bebê não estiver acompanhando assiduamente as "regras" de desenvolvimento citadas aqui ou em outro lugar na internet, cada bebê tem um tempo e uma forma específica de se desenvolver. Caso você note algo que te preocupa em relação ao desenvolver do bebê, não exite em perguntar e questionar o pediatra, e se ainda assim não estiver satisfeita, não há mal nenhum em buscar uma segunda opinião. 

Por hoje é só!
Espero que tenha gostado do post de hoje; deixe um comentário dizendo o que está achando do blog, sua opinião pode me ajudar a melhorar esse cantinho que é nosso!!!

Obrigada por ter passado por aqui, e até o próximo post... Beijo e até!


Nenhum comentário:

Postar um comentário